Estratégias de Treinamento__

Transformar, desenvolver e integrar: três verbos do novo RH.

Neste artigo vamos compartilhar com você algumas Estratégias de Treinamento baseadas na transformação digital.

Enfrentar os impactos de uma sociedade cada vez mais digital é, hoje, um dos maiores desafios dos profissionais de recursos humanos. Uma pesquisa realizada pela KPMG revelou que, embora o cenário seja desafiador, os líderes de RH têm se mostrado confiantes em relação a este processo de transformação.

Paralelamente aos desafios da transformação digital está a necessidade de criar nos funcionários uma percepção sistêmica do negócio, abandonando assim a antiga visão de produção linear. 

Assim senfo, enfrenta-los implica em desenvolver uma nova cultura organizacional, focada no estímulo à aprendizagem contínua e à integração entre os diversos setores da organização.

Conheça as 3 Estratégias de Treinamento:

Transformar:

Antes de mais nada, não há como lidar com as transformações políticas, sociais e econômicas causadas pela terceira revolução industrial – e aprofundadas pela chegada da quarta – sem modificar a forma de enxergar o colaborador e sem transformar a forma com a qual ele enxerga a empresa.  Mas apesar de profunda, esta é apenas uma das camadas de transformação a ser buscada.

Desenvolver:

Se no início dos anos 2000 ainda convivíamos com um ciclo de renovação de aprendizado que variava entre 10 e 15 anos, hoje, a velocidade com a qual as transformações tecnológicas acontecem exige o desenvolvimento de novas habilidades e a aquisição de novos conhecimentos em um volume muito maior num espaço de tempo muito mais curto – aproximadamente 05 anos. Ou seja, empresas ou colaboradores incapazes de aprender, reaprender e desenvolver novas habilidades em tempo hábil vão, inevitavelmente, perder espaço.

Integrar:

Não adianta mais olhar para o desenvolvimento dos setores isoladamente. Mas por que? Porque não adianta superar a meta em vendas se a produção não acompanha esse volume de crescimento. Embora este possa soar como um exemplo muito simplista, muitas empresas perdem a chance de crescer justamente por não conseguirem enxergar, ou por não conseguirem integrar, ao menos as atividades relacionadas ao core business (núcleo ou foco do negócio).

RH: um novo protagonista em Estratégias de Treinamento:

Sem dúvida promover transformação, desenvolvimento e integração implica em potencializar talentos e habilidades, num processo alavancado pelo desenvolvimento tanto de hard skills como de soft skills. É neste ponto que o trabalho de treinamento e desenvolvimento dos diretores e líderes de recursos humanos vem ganhando destaque.

E para entender melhor esse contexto, vamos criar uma imagem mental: imagine que sua empresa é um relógio analógico. Para que os ponteiros funcionem e marquem a hora exata é preciso que haja uma alimentação de energia (seja ela mecânica ou não) para manter as engrenagens funcionando. 

Além disso, as engrenagens precisam estar devidamente encaixadas e integradas para rodarem perfeitamente. No caso da empresa, quando uma dessas engrenagens é afetada por uma nova variável, é preciso garantir que os demais setores se adequem aos novos processos. E, para tudo isso, o treinamento é parte fundamental.

Mudanças necessárias

Agora, voltando ao exemplo do relógio, a versão analógica com ponteiros e engrenagens não satisfaz mais. Inegavelmente chegou a hora de modernizar os processos, investir em novas tecnologias e se adequar às demandas do mercado digital. Assim, passamos do relógio analógico para o relógio digital e do relógio digital para o smartwatch, ou relógio inteligente.

E da mesma forma, as empresas deixaram de ser analógicas para serem digitais e muitas já estão abandonando o digital pelo inteligente. E quem dá conta de prover a mão de obra necessária para acompanhar todas essas mudanças de processo é o RH, que tem assumido, junto a outros C-Level, um papel muito mais decisivo dentro das corporações.

 

Decerto desde a quebra de paradigma, quando o RH passou a enxergar o colaborador muito mais como pessoa do que como uma mera força de trabalho, passando a entendê-lo como um ativo de capital intelectual e não apenas como força laborativa, já aconteceram inúmeras mudanças. E este parece ser apenas o começo. E você, o que vem fazendo dentro da sua companhia para transformar, desenvolver e integrar?

Autora: Jandiara Soares - Content Lover at ebdi

Confira onde este artigo também foi citado:

Mundo RH: clique e confira! 

Encontro sobre Treinamento & Desenvolvimento:​

  • Aumente o seu  conhecimento na área de Treinamento e Desenvolvimento;
  • Forme times de alta performance por meio de um mapeamento adequado de gaps;
  • Crie treinamentos dinâmicos e personalizados para cada necessidade corporativa;
  • Entenda como criar um ciclo de experiências positivas e alinhar as expectativas do  colaborador às necessidades organizacionais.

Descubra de que formas o conhecimento é melhor absorvido aproveitando das multiplataformas, tecnologia e gamification para criar e absorver conteúdo que de fato agregue valor ao business.

Share on linkedin
Share on email
Share on facebook
Share on twitter