Cyber Security: um dos maiores desafios da era digital__

Cyber Security é um dos maiores desafios da era digital e pode ser definida como a prática contínua de proteger computadores e servidores, dispositivos móveis, redes, sistemas eletrônicos e dados contra ataques nocivos. E se tratando de segurança digital, a tendência é que as empresas se sintam mais vulneráveis a cada dia em função dos avanços tecnológicos.

No Brasil, por exemplo, 83% das organizações preveem para esse ano aumento nos gastos cibernéticos. No mundo, esse percentual é de 69%. Os dados são do estudo elaborado pela PWC: Global Digital Trust Insights Survey 2022.

A pesquisa foi realizada em julho e agosto de 2021, com 3.602 executivos (124 do Brasil) de administração, tecnologia e segurança. Do total, 62% dos entrevistados são profissionais de grandes empresas (receita de US$ 1 bilhão ou mais) e 33% estão em empresas com receitas de US$ 10 bilhões ou mais.

De acordo com o estudo, 45% das empresas brasileiras (26% no mundo) estimam aumento de 10% ou mais nos investimentos em segurança de dados. No ano passado, apenas 14% demonstraram esta mesma preocupação (8% no mundo). Leia a matéria: 83% das empresas brasileiras preveem aumento nos gastos cibernéticos em 2022

Cyber Security: categorias

Existem vários tipos de cibersegurança. A de rede, por exemplo, visa proteger as redes internas de acessos não autorizados e, para isso, são utilizadas ferramentas de gerenciamento de acesso remoto e autenticação de dois fatores (2FA). Já a segurança de infraestrutura assegura que todo o negócio seja protegido contra danos físicos e de outras “surpresas desagradáveis”.

A segurança de aplicações é outro tipo de cibersegurança em destaque, pois evita que os dados e códigos dos softwares críticos para as organizações sejam sequestrados, danificados ou roubados. E isso vale para os que estão sendo utilizados ou em desenvolvimento.

Agora, a segurança da informação tem como objetivo proteger dados digitais e físicos de acessos não autorizados (no ambiente de trabalho ou por sistemas remotos).

Qual a importância da cibersegurança?

Prevenir, neutralizar e detectar ameaças digitais são imprescindíveis para a sobrevivência das empresas atualmente. Sem investimentos contínuos na segurança digital, as organizações ficam mais vulneráveis aos ataques indesejados e podem perder não só dados importantes como informações confidenciais e estratégicas para o crescimento dos negócios.

Sem falar que as empresas podem sofrer ameaçadas de exclusão de dados se não pagarem a quantia exigida pelos invasores. Além de outros problemas, como  manipulação e vazamento de dados corporativos.

Um dos tipos mais comuns de ciberameaça é o malware – uma abreviatura de malicious software – que causa danos aos sistemas, rouba dados, permite acesso às redes corporativas etc. Vale ressaltar que o malware é um termo coletivo, composto por um leque de variações de softwares nocivos. Entre eles: Worms; Backdoors; Vírus; Trojans.

Além do ransomware, que é um tipo de malware projetado para criptografar dados e bloquear acesso das vítimas aos seus sistemas (e geralmente pedem dinheiro para restaurar o acesso).

Para se aprofundar mais sobre cibersegurança, participe do Encontro: Cyber Security (tecnologia, tendências, segurança, fraudes). Clique aqui para saber mais (vagas limitadas).

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?