Como identificar um colaborador de alta performance?__

Como identificar um colaborador de alta performance? Para começar, o RH precisa avaliar o perfil do funcionário de acordo com os valores da empresa. Isso porque ele necessariamente tem que estar em sintonia com o negócio, cujo conceito é chamado de fit cultural. Ou seja, a capacidade de uma pessoa de se adaptar aos princípios de conduta e abraçar o propósito de uma organização.

Por outro lado, funcionários com baixo desempenho contam com crenças, hábitos e valores distintos. Afinal, eles não se identificam com a cultura da empresa e trabalham por necessidade. Mas essa mentalidade, diante de tantas opções para empreender na  era digital, está mudando.  Tanto que os benefícios que fazem a cabeça dos colaboradores atualmente são os voltados para o bem-estar.

E isso está gerando um sério problema no mundo corporativo, pois as organizações precisam fazer com que seus colaboradores abracem suas missões. Uma tarefa nada fácil quando o trabalho colaborativo ganha cada vez mais força e o engajamento dos times se dará pela causa e não pelo valor recebido.

Colaborador de alta performance: busca por empresas mais flexíveis

Empresas cujos colaboradores são mais produtivos não avaliam as pessoas por horas trabalhadas, mas por resultados. A gigante Google, por exemplo, ganhou vantagem competitiva no mercado por ser uma das primeiras  companhias globais a mudar a forma de trabalho.

Seus funcionários têm horários flexíveis e durante o expediente desfrutam de vários benefícios. Todos têm espaço para se expressarem, o que torna a competitividade entre eles menor. Além disso, a transparência do Google em suas comunicações faz com que os colaboradores entendam melhor os valores da organização.

E é justamente esse ambiente de trabalho que os colaboradores de alta performance buscam. Eles querem participar do crescimento da empresa com ideias inovadoras, que são divididas com o time para que todos possam opinar. Ou seja, foco total no trabalho em equipe.

Isso por serem pessoas que utilizam as suas habilidades e as suas atitudes a favor da empresa e do cliente. Eles possuem a coragem necessária para correr riscos e sabem lidar com as consequências. Além de serem comprometidos com o que fazem, persistentes e autoconfiantes.

Foco nas qualidades individuais

Encontrar um colaborador que atenda todas às necessidades da empresa é praticamente impossível. Por isso, equipes produtivas são formadas por vários talentos, cujas qualidades individuais estimulam o trabalho coletivo.

Mas  para isso, o RH precisa valorizar as qualidades individuais e promover tal valorização entre os times. Uma mente brilhante, por exemplo, precisa conviver com diferentes perfis: analítico, com habilidade nos relacionamentos interpessoais etc.

Sem falar que o modelo de liderança centralizador não cabe mais nos dias de hoje. O líder da era digital faz com que os profissionais se sintam bem representados. São profissionais que motivam e inspiram pessoas formando times de alta performance.

O ideal é que todos os integrantes do time sintam-se confortáveis para receber e dar feedbacks, independente do nível hierárquico. Afinal, o sucesso de uma equipe de alta performance está atrelado ao comprometimento individual de cada colaborador. Por isso cabe ao líder demonstrar a importância de cada peça para o bom funcionamento da engrenagem como um todo.

Cada funcionário também deve entender quais são suas qualidades e como elas são importantes para o sucesso da empresa. É muito mais do que comprometimento em prol do coletivo: trata-se de desenvolvimento individual e conhecimento pessoal, porém, com impacto no resultado geral.

Leia também: “Educação corporativa na era digital.”

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?