Investimentos em TI são prioridade para as empresas brasileiras em 2022__

Investimentos em TI são prioridade para grande parte das empresas nacionais em 2022. Esse foi o resultado da pesquisa inédita no Brasil elaborada pela ebdi, em parceria com a Hitachi. O Estudo não só revela um aumento do orçamento das organizações nesta área para este ano, como mostra quais estratégias foram adotadas para mudar e guiar os negócios.

A pesquisa iniciou, em fevereiro de 2021, com 55 diretores de tecnologia e finalizou com a participação de 260 empresas nacionais. Durante três meses, a ebdi enviou um questionário com 30 perguntas para profissionais das áreas de TI em todo o Brasil.

Investimentos em TI

Para entender melhor a estratégia de cada empresa na área de TI nos  próximos cinco anos, a pesquisa levanta dados que possibilitam uma análise sobre a prioridade de investimentos em:

  • Cloud
  • Inteligência Artificial
  • Atualização de Data Center
  • Softwares de Virtualização
  • RPA
  • DataOps
  • ERP
  • CRM
  • Big Data
  • Integração de APIs

Valor do investimento em soluções tecnológicas e infraestrutura em TI também fazem parte do questionário. Assim como o aumento da capacidade de armazenamento de dados, a adoção de BPO, o levantamento dos principais projetos em segurança, entre outros assuntos relevantes.

A seguir, confira uma pequena amostra das respostas apuradas.

Em relação à privacidade de dados, a maioria das empresas participantes concordou ao responder o questionário que as informações poderiam ser divulgadas.

Orçamento em TI é maior para 2022:

Das 260 empresas que participaram da pesquisa, cerca de 140 possuem mais de 2 mil funcionários e estimam investir em 2021 acima de R$ 4 milhões em suas áreas de TI – metade deste valor em soluções tecnológicas e o restante em infraestrutura.

Já os executivos das áreas de TI que trabalham em companhias com menos de 2 mil funcionários (entre 1 mil e 2 mil), responderam que as expectativas de investimentos giram em torno de 3 milhões em soluções tecnológicas e infraestrutura.

Outro dado interessante é que quando indagadas quanto aos investimentos em 2022, no comparativo com 2021, a maior parte das 260 empresas afirmou querer aumentar o orçamento em TI (essa ampliação varia: de 15% a 80%).

Tendências tecnológicas:

Cada um dos participantes também respondeu sobre tendências tecnológicas e quais julgava ser mais interessantes para sua estratégia profissional e corporativa.

Por exemplo, o quanto a Automação; Machine Learning, Inteligência Artificial; 5G; Blockchain são importantes para o futuro dos negócios.

Eles revelaram, ainda, quais são seus fornecedores de soluções tecnológicas de ERP; BI; Data Center e suas estratégias a curto prazo (exemplo: migrar, trocar fornecedor etc).

Infraestrutura – interesse em serviços de armazenamento:

Outro dado revelado pela pesquisa é que cerca de 40% dos entrevistados quando indagados sobre infraestrutura disseram ter interesse em serviços de armazenamento.

A maioria disse buscar uma nova tecnologia de armazenamento com mais rapidez e menos interrupções para acelerar seu tempo de retorno. Eles apontaram também a necessidade de obter um ROI mais rápido e simplificar e agilizar implementações convergentes e hiperconvergentes .

Gerenciamento de nuvem, de acordo com os entrevistados, é outra necessidade das empresas. Sabemos que essa não é uma tarefa fácil e a equipe de TI precisa ficar sempre alerta. Afinal, é preciso monitorar constantemente a rede para acompanhar o que está sendo instalado e como o fluxo de informações está sendo utilizado.

Outra pergunta feita aos entrevistados foi: Há algum tipo de serviço que sua empresa contrata atualmente como outsourcing e gostaria que se transformasse em um serviço no modelo de cloud? 50% responderam NÃO.

Terceirização de processos de negócios:

Quando indagados na pesquisa se a empresa já terceirizava processos de negócio (adoção de BPO), a maior parte dos executivos respondeu: nenhum. E cerca de 20% respondeu: TI.

A adoção do Business Process Outsourcing (BPO) é tendência mundial porque contribui para que as organizações melhorem a produtividade de seus colaboradores e a qualidade de determinadas atividades administrativas. Principalmente dos processos secundários, cuja assertividade pode ser maior com a terceirização, sem falar na redução de custos.

Inovação tecnológica crucial para os negócios:

As próximas inovações tecnológicas cruciais para os negócios, segundo grande parte dos entrevistados, serão o 5G e a Inteligência artificial (IA). Realmente a adoção do 5G cresce em ritmo acelerado no mundo e mesmo em meio a crise econômica, fruto da pandemia de Covid-19, as empresas brasileiras não abrem mão dessa nova tecnologia.

Com a adoção do 5G, as organizações poderão controlar todas as suas ferramentas e dispositivos de forma prática, remota e inteligente. Outra vantagem é que atrelada à Internet das coisas (IoT), essa nova tecnologia é capaz de informar sobre gargalos e falhas nos sistemas.

Já com a Inteligência Artificial (IA), as organizações poderão potencializar seus resultados, aumentar a produtividade e economizar tempo. Diferentemente de um software convencional, soluções que exploram a inteligência artificial conseguem aperfeiçoar qualquer tipo de serviços, ou seja, é a busca constante da excelência no ofício.

Busca por conteúdo relevante:

A maioria dos entrevistados também disse buscar: conteúdo relevante, benchmarking, networking – por intermédio de artigos, encontros corporativos, eventos etc.

Para se aprofundar sobre esses e outros assuntos, participe do Encontro: Data Innovation – Tecnologia (Dados / Analytics)A reunião terá cerca de 50 executivos (vagas limitadas). Clique aqui para saber mais.

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?