Livros de autoajuda para o crescimento profissional__

Livros de autoajuda para o crescimento profissional têm ajudado muitas pessoas em suas carreiras. Isso porque as obras auxiliam no desenvolvimento das habilidades interpessoais, um estimulo para melhorar a produtividade e aguçar a criatividade.

Abaixo, fizemos uma seleção de livros de autoajuda especialmente para você.

06 Livros de autoajuda para o crescimento profissional

1 – A arte de fazer acontecer – autor: David Allen

“Sua mente deve estar livre para criar, e não preocupada em reter informações”, essa frase foi o ponto de partida para David Allen criar o método GTD – Getting Things Done: um sistema de gestão cuja finalidade é ajudar inúmeras pessoas e empresas a colocar ordem no caos.

Allen, uma das principais autoridades no campo da produtividade, já trabalhou com os melhores e mais brilhantes talentos do mundo defendendo a teoria de manter “a mente clara como água” e abordando o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

A arte da fazer acontecer, best-seller internacional publicado em 28 idiomas, foi escrito por Allen depois de 30 anos de pesquisa e se tornou uma referência quando o assunto é organização pessoal.

A arte de fazer acontecer – onde encontrar o livro: clique aqui

2 – Essencialismo – autor Gref Mckeown

Para equilibrar vida pessoal e trabalho, não basta recusar solicitações aleatoriamente, ensina Gref Mckeown no livro Essencialismo. Segundo ele, é preciso eliminar o que não é essencial e se livrar de desperdícios de tempo.

Na obra, o autor também ressalta que não devemos realizar tarefas que não aproveitam nossos talentos e jamais assumir compromissos para agradar aos outros. O essencialista tem as rédeas da vida em suas mãos e só entra em ação se puder fazer a diferença.

Essencialismo – onde encontrar o livro: clique aqui

3- A sutil arte de ligar o F*da-se – autor: Mark Manson

“Chega de tentar buscar um sucesso que só existe na sua cabeça. Chega de se torturar para pensar positivo enquanto sua vida vai ladeira abaixo. Chega de se sentir inferior por não ver o lado bom de estar no fundo do poço”.

Com essas frases impactantes, que nos fazem refletir, Mark Manson propõe, neste livro, um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos seus limites.

Para o autor, é um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o f*da-se.

A sutil arte de ligar o F*da-se – onde encontrar o livro: clique aqui

4 – A coragem de ser imperfeito – autora: Brené Brown

No livro, Brené Brown nos mostra que experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente não precisa ser tão ruim como imaginamos. Segundo a autora, a vulnerabilidade não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem.

Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso acabam se frustrando e se distanciando das experiências marcantes que dão significado à vida.

A coragem de ser imperfeito – onde encontrar o livro: clique aqui

5 – Rápido e devagar: duas formas de pensar – autor: Daniel Kahneman

Neste livro, Daniel Kahneman nos leva a uma viagem pela mente humana e explica as duas formas de pensar: uma é rápida, intuitiva e emocional; a outra, mais lenta, deliberativa e lógica. O autor expõe as capacidades extraordinárias – e também os defeitos e vícios – do pensamento rápido e revela a influência das impressões intuitivas nas nossas decisões.

Comportamentos tais como a aversão à perda, o excesso de confiança no momento de escolhas estratégicas, a dificuldade de prever o que vai nos fazer felizes no futuro e os desafios de identificar corretamente os riscos no trabalho e em casa só podem ser compreendidos, de acordo com o autor, se soubermos como as duas formas de pensar moldam nossos julgamentos.

Kahneman revela quando podemos ou não confiar em nossa intuição. Oferece insights práticos e esclarecedores sobre como tomamos decisões nos negócios e na vida pessoal, e como podemos usar diferentes técnicas para nos proteger contra falhas mentais que muitas vezes nos colocam em apuros.

Rápido e devagar: duas formas de pensar – onde encontrar o livro: clique aqui

6. Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas – Dale Carnegie

Dale Carnegie escreveu esse livro em 1936 e até hoje quando se fala de relacionamentos, profissional ou pessoal, o livro é uma referência mundial.

O sucesso se deve ao fato de o autor fornecer, nessa obra, técnicas e métodos extremamente práticos para que qualquer pessoa consiga alcançar seus objetivos pessoais e profissionais.

O livro revela histórias de pessoas que aplicaram essas técnicas e venceram o conformismo. Abaixo, algumas dicas de Carnegie.

– Não critique, condene ou reclame;

– Faça elogios honestos e sinceros;

– Desperte emoções na outra pessoa;

– Seja genuinamente interessado em outras pessoas;

– Sorria;

– Lembre o nome das pessoas.

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas – onde encontrar o livro: clique aqui

Leia também: 5 livros que todo profissional de RH precisa ler

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?