Logística 4.0: diferencial necessário para o crescimento das organizações__

Em um cenário de crise mundial, fruto da pandemia de Covid-19, as organizações tiveram que investir pesado na chamada logística 4.0. Devido aos avanços tecnológicos, essa é de longe a melhor forma de tornar hoje os processos mais ágeis e eficientes, sem aumentar custos.

Além da pandemia, a era digital deu voz aos consumidores e estes não abrem mão de prazos mais curtos e com qualidade nas entregas. E isso pode ser atendido com a logística 4.0, que utiliza a tecnologia nos processos de armazenamento, monitoramento, segurança e transporte para ganhar agilidade em toda a operação.

Logística 4.0: tecnologias que podem ser utilizadas

Inteligência Artificial (IA), blockchain, internet das coisas (IoT), automação e até uso de drones fazem parte da chamada logística 4.0. Todas essas tecnologias contribuem e muito para que as organizações consigam atender novas demandas do mercado, principalmente em tempos de pandemia. Com isso, ambas as partes saem ganhando: empresa e cliente.

Em entrevista a  Associação Brasileira de Operadores Logísticos (ABOL), Cristiano Rios, sócio-líder de supply chain da KPMG, explica que “a logística 4.0, hoje, é um diferencial necessário. Se você vai comprar algo e a entrega é daqui dois meses, muito provavelmente você deixa de adquirir esse item. Se falar que o frete é quase o valor do produto, você também não vai querer”, explica o sócio-líder de supply chain da KPMG”.

Rios acrescenta ainda que “a logística 4.0 é mais do que importante para os negócios, é essencial para a sustentabilidade e o crescimento das empresas. Isso porque sem a responsividade e eficiência nas operações, as organizações terão dificuldade em atender o novo consumidor, perdendo espaço de mercado”.

Na visão do executivo é “o momento de avaliar o nível de maturidade frente às melhores práticas de logística. Isso envolve analisar o nível de automação dos centros de distribuição e as eficiências das operações, entre outros pontos. Isso também precisa estar alinhado com a estratégia de omnicanalidade da empresa”. Leia a entrevista na íntegra.

Ao utilizar a estratégia omnicanalidade, a organização integra todos os canais de venda e comunicação disponíveis para facilitar a vida do cliente. Desta forma, independente do canal utilizado, o consumidor terá a mesma experiência de compra.

A tendência omnicanalidade para o crescimento das marcas no varejo, por exemplo, é uma estratégia excelente porque estimula a decisão de compra do cliente. Leia matéria: “Novo varejo: foco no ser humano e não no produto”.

Nova cultura organizacional

Para adotar a logística 4.0, as organizações precisam criar uma nova cultura organizacional, pois haverá mudanças na forma como os colaboradores pensam e agem na execução de suas tarefas. A adoção de novas tecnologias tornam os processos automáticos e a maioria dos funcionários pode ver essa evolução como uma ameaça.

Além disso, é preciso otimizar toda a cadeia de suprimentos de maneira ampla. Ou seja, todas as etapas devem estar integradas. Elas devem seguir o mesmo direcionamento, independente de quem esteja operando cada uma delas.

Para aprofundar seus conhecimentos sobre a chamada logística 4.0, participe do Encontro Logistics: a reunião virtual terá cerca de 50 executivos (vagas limitadas). Clique aqui para saber mais..

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?