Meditação no trabalho: tendência na Europa e EUA__

A meditação no trabalho já é uma realidade para os colaboradores de muitas organizações nos EUA e na Europa. Isso porque a prática funciona como um exercício mental, em que as funções cognitivas são otimizadas gerando vários benefícios, como a redução do estresse, considerado o mal do século.

Com a crise global, fruto da pandemia de COVID-19, o estresse dentro das organizações só aumentou. E, para tentar minimizar o problema, muitas empresas internacionais foram buscar ajuda nesta técnica milenar que é a meditação. A iniciativa rompeu fronteiras e já está sendo adotada por companhias brasileiras.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que investir em ambientes de relaxamento no trabalho é uma forma de promover a saúde mental do colaborador: “a importância se dá, principalmente, pelo fato de o estresse ser previsto como a maior causa de incapacitação de funcionários até 2022”.

Meditação no tralho: reduz a ansiedade e aumenta a criatividade

A meditação é uma técnica milenar que trabalha a atenção plena, por intermédio da concentração e respiração. O objetivo dessa prática é trazer a consciência para o momento presente, fortalecendo o corpo e a mente. Por isso, o exercício mental contribui para o aumento do foco e da criatividade no trabalho. Sem falar que reduz a ansiedade e ajuda na tomada de decisões.

Mas para estimular a prática, os colaboradores precisam ter um espaço para meditar dentro da própria empresa (não adianta pedir para fazer em casa, a maioria vai alegar: falta tempo, de lugar apropriado, entre outros problemas). Por isso, grandes corporações estadunidenses e européias, por exemplo, criaram salas próprias de meditação e passaram a definir  horários para seus colaboradores praticarem diariamente.

Ambientes de relaxamento no trabalho

Ambientes de relaxamento no trabalho trazem bem-estar para os colaboradores, além de beneficiar a integração entre equipes e melhorar a qualidade de vida. Afinal, passamos a maior parte do dia dentro de um escritório e precisamos estar motivados e felizes para que o ofício seja prazeroso.

Mas não só as salas de meditação trazem benefícios aos colaboradores. Espaços para escutar música, ler, descansar depois do almoço favorecem à saúde mental dos funcionários. Realizar reuniões em áreas externas, integradas à natureza, também promovem bem-estar e alivia a pressão diária das atividades no trabalho.

“A arte da meditação”, de Daniel Goleman

Daniel Goleman, considerado o pai da Inteligência Emocional, é um dos defensores dessa prática milenar. No livro, “A arte da meditação”, ele nos ensina a tranquilizar a mente, relaxar o corpo, fortalecer o sistema imunológico e aumentar nosso poder de concentração utilizando técnicas de meditação.

Segundo Goleman, a meditação é um recurso inestimável para quem quer aprender a lidar melhor com as pressões do dia a dia, gerenciar o estresse e ter mais qualidade de vida. O bacana é que um CD acompanha a obra, o que facilita os ensinamentos do autor. Entre eles:

• Meditar respirando: uma das técnicas mais simples e acessíveis, encontrada em quase todas as tradições espirituais antigas.

• Meditar relaxando o corpo: um recurso poderoso para promover o alívio das tensões corporais, especialmente nos pontos onde mais costumamos acumular tensão.

• Meditar se concentrando: um valioso instrumento para desenvolver uma percepção mais rica do mundo e conhecer o funcionamento da mente.

• Meditar caminhando: uma alternativa útil para quem tem dificuldade em permanecer imóvel na hora de praticar.

“A arte da meditação”: onde encontrar o livro – clique aqui

Leia também: A mudança de hábitos pode transformar pessoas e empresas

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?