Tecnologias e Tendências em Meios de Pagamento__

Entrevista com Cristiano Andrade da Google sobre Tecnologias e Tendências em Meios de Pagamento

No encerramento do Future Pay 2020 o bloco falará sobre Tecnologias e Tendências em Meios de Pagamento.

Assim, para compartilhar um dos conteúdos que serão abordados por lá neste bloco de tendências convidamos o Cristiano Andrade, Head of Retail & Payments da Google Play que, em entrevista conosco, trouxe um pouco de micro-pagamentos e gaming sob sua visão.

Então Cristiano, conta para nós qual a sua visão em relação a micro-pagamentos e o mercado de gaming?

Gaming é a ponta do iceberg entre diferentes novas economias digitalizadas.

Entretanto, essa ponta do Iceberg já é uma indústria que opera na casa de bilhões no Brasil, maior parte desse negócio monetizando em micro-pagamentos.

A indústria de games já se converteu para o universo digital e converteu seu modelo de negócios para Games Freemium. Assim, o usuário pode experimentar e jogar sem nenhum gasto.

Mas, ao mesmo tempo, tem a possibilidade de incrementar sua experiência no jogo através de pequenas compras que se tornam recorrentes.

Como funciona na prática e no seu dia a dia a expansão de micro-pagamentos? Você acha que essa forma de pagamento pode passar a ser utilizada em outros mercados?

Um dos grandes desafios na expansão do mercado de gaming está em prover ao usuário uma forma de pagamento real time e acessível. 

Não apenas criar a rede de captação de dinheiro, mas educar o usuário sobre esta rede. 

Como resultado, é entender que quando o usuário verbaliza que gostaria de pagar com “boleto” ele está dizendo que quer pagar com dinheiro.

Porém, o boleto nem sempre é melhor alternativa para o usuário.

Além do universo de gaming, transporte e entregas são os exemplos mais óbvios e que evidenciam outros mercados bilionários e em expansão rápida.

Assim como no primeiro, um dos grandes desafios de aumento da penetração domiciliar está na oferta de meios de pagamentos, em especial para a parcela menos bancarizada, já que os pagamentos não são processados real time.

Essa expansão precisa tirar os olhos da realidade da Avenida Faria Lima e olhar a periferia das grandes cidades bem como para cidades menores, é um universo gigantesco de pessoas que consomem (e muito) serviços.

O que você acha que vem por aí?

O desafio é educar o usuário sobre meios de pagamentos que vão além do cartão de crédito. 

Seja através de PINs (entre eles vale-presente, Recargas, e-gift), seja através de pagamentos via e-wallet ou outros formatos (Carrier Billing, Paypal, etc).

Então, o primeiro passo é entender quais formatos são mais adequados para cada mercado e, certamente, as soluções aplicadas no Brasil são muito diferentes das de Índia, Japão, Alemanha ou Estados Unidos.

Depois disso, é estabelecer as parcerias (algumas levam anos para sair do papel) e, depois do go-live, ativar, comunicar, estimular o usuário, que se torna quase uma gestão de Trade Marketing ou Promocional.

Conta para nós sobre o que você pretende falar no Future Pay no dia 18 de março, no bloco tecnologias e tendências em meios de pagamento. 

A ideia é falar sobre as indústrias que utilizam micro-pagamentos, o que já é realidade e o que virá por aí.

Fazer uma conexão sobre a questão de pagamentos e a expansão de Serviços digitalizados.

Falar sobre os desafios de implementar uma rede de captação de dinheiro e evitar que essa seja uma barreira de crescimento.

Quem é Cristiano?

Se formou em administração na FGV e em Propaganda e Marketing na ESPM.

Passou por empresas como Mattel, OLympus, Movado, MGA e hoje ocupa o cargo de Head of Retail & Payments Actication na Google Play.

Cristiano Andrade - Head of Retail - Google Play

Gostou dessa entrevista? Leia mais entrevistas como 'Tecnologias e Tendências em Meios de Pagamento' em nosso blog.

Clique em voltar e veja todo conteúdo disponível.