Tendências de negócios que mudam o mundo__

As tendências de negócios que mudam o mundo resultam de vários fatores, entre eles, a democratização do acesso à tecnologia. Os consumidores de hoje não são mais os mesmos. Adquiriram novos hábitos e comportamentos, o que contribui para o crescimento dos serviços compartilhados na Internet.

A chamada economia colaborativa desponta cada vez mais como um setor em ascensão no planeta. E organizações que não estiverem atentas a essa nova forma de fazer negócios se tornarão obsoletas. A mobilidade urbana, por exemplo, é um assunto relevante no Brasil. Afinal, o trânsito nas principais cidades do País é caótico. Meios de transportes alternativos são imprescindíveis para a população local.

Para ilustrar, podemos citar a pioneira Uber, que não só deu opção para as pessoas transitarem mais rápido, com mais conforto e a preços aceitáveis, como fez com que muita gente deixasse os veículos em casa. Hoje, ter carro não é mais tão necessário ou “desejável” como antes e, no futuro, a maioria dos veículos utilizados nas ruas será compartilhados.

Tendências de negócios que mudam o mundo: economia do compartilhamento

A economia do compartilhamento é um conceito que vem revolucionado o modo como consumidores utilizam bens e serviços. Isso só se tornou possível porque as empresas da chamada nova economia foram a campo para saber desejos e necessidades de seus clientes. Sem falar que as pessoas viram neste novo modelo econômico uma oportunidade de geração de renda.

Quem tem um carro hoje, pode ganhar dinheiro com o seu bem. Muitas pessoas passaram a utilizar os aplicativos, como o da Uber, para complementar renda ou mesmo como única fonte de sustento. Outro bom exemplo são os imóveis. Sítios e casas de praias que antes eram utilizados apenas pelos proprietários podem ser alugados temporariamente via web.

Agora que esse modelo de negócios impera, fica fácil entender a razão do sucesso. Mas o Airbnb, um dos pioneiros neste serviço comunitário online, cresceu rapidamente no mundo porque percebeu os benefícios da economia colaborativa para a população mundial. Além de aumentar a renda dos  proprietários, eles reduziram os custos das pessoas com hotéis em viagens.

Economia colaborativa

A tendência de as pessoas compartilharem ou alugarem bens veio para ficar. Pagar para usar algo temporariamente está se tornando algo muito comum. E foi a Internet  que mudou o comportamento do consumidor. Claro que isso está afetando as empresas mais tradicionais, mas esse será o futuro.

Por isso, as organizações precisam pensar “fora da caixa” e enxergar a economia colaborativa como aliada. Independente do ramo de negócios, é possível reduzir custos e melhorar o atendimento ao cliente com parcerias estratégicas, tendo como foco às necessidades do ser humano, o que gera vantagem competitiva.

Mas para discutir com líderes renomados esses e outros assuntos que envolvem tendências de negócios, participe do Shared Services Starters – a reunião virtual terá, no máximo, 50 executivos. Clique aqui e saiba mais.

Leia também: CSC: modelo de gestão eficaz na crise

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?