Como identificar o potencial dos colaboradores?__

Identificar o potencial dos colaboradores não é uma tarefa fácil. Para começar, nem sempre uma boa gestão de pessoas deve ser focada em desempenho. Funcionários que realizam suas funções com maestria podem não ter o talento necessário para liderar e fazer com que os negócios decolem.

Por isso, é preciso acertar no alvo e promover ou contratar talentos que abracem e compreendam o propósito da organização. Afinal, o trabalho colaborativo ganha cada vez mais força na era digital e o engajamento dos times se dará pela causa e não pelo valor recebido.

A transformação digital abriu um leque de oportunidades para quem quer empreender, o que tem atraído grandes talentos para uma carreira solo. Tanto que os benefícios que fazem a cabeça dos colaboradores hoje são os voltados para o bem-estar. Já foi o tempo que salário retinha bons profissionais.

Mas só empresas com uma cultura organizacional inovadora conseguem investir em ambientes mais flexíveis e em constante adaptação dando oportunidade para que seus colaboradores se expressem.

Potencial dos colaboradores x cultura organizacional

Para Steve Jobs, co-fundador da Apple, a inovação acontece no campo das ideias e não hierarquicamente, além de não depender de altos investimentos financeiros. Ao criar, por exemplo, o Mac – um de seus produtos revolucionários – a concorrente IBM estava gastando na época muito mais que a marca para inovar.

Mas a Apple, cuja empresa foi criada dentro de uma garagem, contou com seu time criativo para desbancar a concorrência e se tornar um das marcas mais admiradas do mundo. A organização apostou nas habilidades e competências de seus colaboradores para ganhar vantagem competitiva.

O Google é outro exemplo de cultura organizacional inovadora. A empresa sempre focou em resultados e não em horas de trabalho, sendo uma das primeiras companhias globais a mudar a forma de trabalho.

Seus funcionários têm horários flexíveis e durante o expediente desfrutam de vários benefícios. Todos têm espaço para se expressarem, o que torna a competitividade entre eles menor. Além disso, a transparência do Google em suas comunicações faz com que os colaboradores entendam melhor os valores da organização.

Leia a matéria: “Um novo jeito de trabalhar” – livro revela detalhes sobre processos de recrutamento e seleção do Google.

Dicas para medir o potencial dos colaboradores

O primeiro passo é definir objetivos corporativos. As metas precisam estar alinhadas com as estratégias da organização. Em seguida, identifique comportamentos e condutas dos funcionários, mas levando em consideração o que a empresa espera de cada um deles no desempenho de suas funções.

Depois de identificar as condutas, acompanhe o trabalho de cada um dos colaboradores e crie um calendário para avaliar o desempenho. Saber dos avanços da equipe (com foco na avaliação individual), ajudará na gestão de talentos. Mas lembre-se que a inteligência emocional é fator determinante para cargos de liderança. Portanto, os observe principalmente em situações de conflito.

Ao medir o potencial dos colaboradores e o equilíbrio emocional, as organizações conseguem determinar quais são as responsabilidades e prioridades de cada um. Sem falar que as avaliações podem ajudar a melhorar o rendimento individual, além de gerar um feedback eficaz que fomente a comunicação entre líderes e funcionários.

Para se aprofundar mais sobre o assunto, participe do Encontro: Human Resources (RH – Futuro de Recursos Humanos). Clique aqui para saber mais.

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?