Pesquisa mostra impactos da pandemia nos principais CSCs do País__

A pesquisa “Perspectivas CSC/Covid-19”, do Instituto de Engenharia de Gestão (IEG) mostra como os principais CSCs do País foram impactados com a pandemia. Afinal, a maioria dos gestores dos Centros brasileiros enfrentou grandes desafios diante de um cenário sem sinalizações positivas.

E o objetivo da pesquisa foi justamente mostrar para os profissionais da área como 80 gestores dos principais Centros brasileiros reagiram no início da pandemia e quais são suas expectativas futuras. Dividida em 2 etapas, os profissionais responderam questionários durante os meses de março e abril de 2020.

Pesquisa revela principais angústias dos gestores

As principais angústias de um terço dos gestores de CSC que participaram da pesquisa são relacionadas à redução de demandas e ao impacto financeiro da crise em suas empresas e na atividade econômica do País.

Outro dado interessante é que apenas 36% das empresas acreditam que será possível manter a mesma projeção de investimentos definida antes do cenário COVID-19 para o CSC.

Quanto ao trabalho em home office, 65% dos gestores responderam que não precisaram investir em novas ferramentas para manter a operação à distância. Isso porque os softwares e sistemas já utilizados foram suficientes para manter as rotinas no novo modelo.

O resumo da pesquisa foi disponibilidade pelo IEG nos links abaixo:

Primeira parte: clique aqui

Segunda parte: clique aqui

Livro: “Centros de Serviços Compartilhados: Melhores Praticas”

O livro: “Centros de Serviços Compartilhados: Melhores Praticas” também é fruto do trabalhado do IEG e aborda desde a concepção e planejamento de um CSC até a sua manutenção e melhoria contínua.

A obra propõe uma visão sistêmica e completa sobre as mais atuais discussões sobre o assunto, fornecendo aos profissionais da área oportunidades de desenvolvimento e aprimoramento de diversos processos e operações dentro das organizações.

Principais capítulos:  “O que é CSC”, “A Importância do CSC”, “Implantação do CSC”, “Pós-implantação do CSC” e “Principais tendências em CSC”.

Livro: Centros de Serviços Compartilhados: Melhores Praticas. Onde encontrar: clique aqui

CSC: não é apenas para grandes empresas

Com os avanços tecnológicos, o conceito de CSC não só se aprimorou, como deixou de ser um privilégio de grandes organizações. Hoje, a maioria das empresas, independente do porte, passa por uma transformação digital e a pandemia de Covid-19 acelerou esse processo.

Além da exigência de ambientes de trabalhos cada vez mais digitais, a redução de custos é um dos fatores que mais contribui para a implantação de CSCs em empresas brasileiras. Isso mesmo se levarmos em consideração os investimentos iniciais, pois a relação custo-benefício é muito boa. Leia a matéria: Centros de Serviços Compartilhados (CSC): novo conceito beneficia o core business

Para se aprofundar sobre o assunto, nada como se reunir com diretores e gerentes da área e saber, na prática, como eles operam. Clique aqui e participe do Shared Services Starters – a reunião virtual terá, no máximo, 50 executivos.

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?