Startup Enxuta: “crie algo novo sob condições de extrema incerteza”__

O Livro “A Startup Enxuta” (ou Lean Startup, em inglês), de Eric Ries, é leitura obrigatória para quem quer empreender. Conhecer esse modelo de gestão que caiu nas graças das empresas da chamada “nova economia” é de extrema importância porque faz cair por terra a lógica de negócios mais tradicionais.

Na definição do autor: “Startup enxuta é uma organização dedicada a criar algo novo sob condições de extrema incerteza – e isso inclui tanto o jovem empreendedor que trabalha na garagem de casa quanto o profissional experiente em uma multinacional”.

No início, Eric Ries aplicava esse conceito em empresas de tecnologia, mas a partir de estudos na área de marketing, tecnologia e administração, passou a aplicar o modelo em qualquer tipo de empresa que pudesse sustentá-lo.

O objetivo da metodologia é encontrar respostas satisfatórias para as questões levantadas a partir da observação de um mercado. Busca-se ainda a formulação das hipóteses certas para que um possível produto possa ser validado antes mesmo da sua concepção.

Startup Enxuta: teorias viram soluções práticas

Para Eric Ries, as startups existem para fazer com que ideias não fiquem só na teoria e se transformem em soluções práticas. Mas isso requer que as organizações “saiam do prédio” e avaliem previamente a performance de produtos e serviços em um mercado, a partir da opinião do cliente.

Ou seja, o cliente é quem vai validar a ideia. Afinal, as Startups inovam por atenderem às necessidades do ser humano. Produtos e serviços resultam dos desejos e insatisfações dos consumidores, pois essa é a melhor forma de ganhar vantagem competitiva e crescer rapidamente no mercado.

Onde encontrar o livro: clique aqui (Startup Enxuta em português)

Líder na era digital

Agora, para ser um empreendedor de sucesso na era digital, o líder deve investir em ambientes mais flexíveis, sem ter apego a hierarquia, dando oportunidades para seus colaboradores se expressarem. Todos merecem ser ouvidos, participar e desenvolver ideias.

Ter visão de mercado e propósito também são fundamentais para liderar equipes. A maioria dos talentos hoje busca organizações com propósito claro e que vá de encontro ao que eles acreditam. Além disso, o gestor deve utilizar o poder dos dados para gerir melhor seus colaboradores e ganhar vantagem competitiva.

Leia a matéria: Como ser um bom líder na era digital?

Atualizações estratégicas: ritmo acelerado

Outro diferencial desse conceito é que enquanto nas empresas convencionais as atualizações estratégicas são periódicas, podendo ser mensal, semestral ou anual, no modelo de startup enxuta o ritmo é bem mais acelerado. Isso porque a inovação exige que as equipes dediquem muito mais tempo ao desenvolvimento de novas soluções ou melhorias constantes das já existentes.

As startups enxutas também seguem o modelo horizontal de gestão, que favorece uma troca mais intensa de ideias. Dentro desse conceito, não existe chefes, mas líderes que delegam responsabilidades e que escutam os colaboradores antes de tomar decisões estratégicas.

E ao permitir a livre troca de  ideias, a startups enxutas se beneficiam com times engajados, que comungam do mesmo propósito, o que as ajudam a crescer rapidamente no mercado. Isso porque os benefícios que fazem a cabeça dos colaboradores atualmente são os voltados para o bem-estar.

Já foi o tempo que uma empresa atraia e retinha talentos por salário. A era digital abriu um leque de oportunidades para quem quer empreender e a crise pandêmica de Covid-19 reforçou ainda mais a importância de se viver com propósito.

Leia a matéria: “Benefícios que fazem a cabeça dos colaboradores”

Gostou deste artigo? Confira mais em nosso blog e compartilhe nas redes sociais!

Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Open chat
Estamos online!
Olá 👋🏻
Podemos te ajudar?